quarta-feira, 21 de outubro de 2015

O QUE LHE RESTARÁ QUANDO NADA MAIS LHE RESTAR?

Para um pouco e pense em uma resposta…

O que lhe restará quando nada mais lhe restar?

Até hoje eu a uso nos momentos mais difíceis de minha vida.

Através dela eu busco forças para lembrar que mesmo a pior situação não representará coisa alguma em algum momento de minha vida.

Se ela não irá representar nada em algum momento, por que dar força e atenção a ela?

Isso não quer dizer que você não deva resolver os assuntos ruins que aparecem. A ideia é que você dedique energia suficiente para simplesmente resolver o problema. Tudo que for além disso será desperdício.

Investimos muito mais tempo do que o efetivamente necessário para resolver determinados assuntos pois temos a tendência de nos envolvermos emocionalmente com coisas que não são importantes e que não nos trazem sentimentos bons.

Geralmente essa energia é desperdiçada quando passamos a contestar e reclamar daquilo que aconteceu.

Existe energia gasta de forma mais inútil do que esta?

De que adianta reclamar da fila da padaria, do ônibus cheio, do colega de trabalho, do namorado, da esposa e de qualquer outra coisa? NADA! Isso simplesmente não resolve o problema. Só faz você gastar mais energia com algo que não lhe faz bem. Além disso, em algum momento de sua vida isso que aconteceu não será importante. Logo é energia gasta à toa.

Vivemos num mundo acelerado onde precisamos fazer cada vez mais com cada vez menos tempo e perder tempo reclamando daquilo que aconteceu ou do que fizeram a você não vai fazer você andar para frente. Pelo contrário! Vai fazer com que você permaneça olhando para o passado e não vendo os próximos passos que precisa (ou precisará) dar à frente para continuar sua jornada.

Quanto menos apegados formos com as coisas que nos acontecem, mais bem-sucedidos seremos. Simples assim.

Se você acredita que isso é loucura, faça um pequeno teste. Da próxima vez que algo de ruim lhe acontecer e você se sentir tentado a reclamar, pense o quão importante esse acontecimento será quando “nada mais lhe restar”. Tenho absoluta certeza de que você olhará o mesmo de uma forma completamente diferente e seu poder sobre você praticamente cessará como num passe de mágica.

Lembre-se que a escolha do que fazer com aquilo que lhe acontece é sempre sua.

“Enquanto uns choram, outros vendem lenços.”

Você pode encontrar bons motivos para chorar ou excelentes motivos para sorrir a escolha é sua.

Fonte: http://www.professoresdosucesso.com.br/o-que-lhe-restara-quando-nada-mais-lhe-restar.html