sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

TER ESCOLHIDO ERRADO HOJE NÃO TE IMPEDE DE ESCOLHER CERTO AMANHÃ!

 Nunca será tarde demais para trocar o que já se desgastou, o que fere nossa dignidade e não mais acelera os nossos corações, pelo inesperado, por novos sentimentos, por bochechas coradas, toques surpresos, beijos roubados, olhares que se encontram, vidas que se fundem.

***
Todos os dias, abrem-se à nossa frente uma infinidade de escolhas a serem feitas e que determinarão o rumo dos acontecimentos em que nos envolveremos. Nem sempre acertaremos naquilo que optarmos e então teremos de enfrentar as consequências, a que ninguém foge.

Mesmo assim, ainda que tenhamos errado, nada nos afastará das novas oportunidades com as quais o amanhecer nos desperta.

Ninguém é obrigado a carregar consigo, para sempre, o peso amargo das escolhas erradas e malfeitas, pois não podemos nos acomodar diante daquilo que nos machuca. Cabe-nos ter disposição e maturidade para assumirmos os equívocos, analisarmos o que nos levou àquela situação, para podermos aprender e mudar, fugindo das escolhas errôneas.

Não podemos nos demorar no terreno arenoso e lamacento das culpas, dos rancores e dos arrependimentos, presos dentro dos muros da autopiedade, das lamentações, culpando o mundo por aquilo que nós mesmos acabamos por provocar. Teremos que ter certeza do que queremos e do que não queremos para as nossas vidas, pois assim conseguiremos mudar o rumo de nossos passos em direção ao que nos satisfaz plenamente.

Se olharmos com atenção à nossa volta, perceberemos que existem várias pessoas interessantes com quem conversar, várias pessoas solteiras que poderão nos amar, vários lugares bonitos que poderemos explorar.

Ou seja, nunca será tarde demais para trocar o que já se desgastou, o que fere nossa dignidade e não mais acelera os nossos corações, pelo inesperado, por novos sentimentos, por bochechas coradas, toques surpresos, beijos roubados, olhares que se encontram, vidas que se fundem.
 Como diz o senso comum, a vida se faz de escolhas, enquanto experenciamos o desenrolar de nossas ações, colhendo o doce e o amargo que é nosso e de mais ninguém. Enquanto caminhamos, vamos aprendendo, amando, rindo, chorando, gozando e sofrendo, umas vezes mais, outras menos.

O que importa é seguir, continuar, transformando o peso das escolhas erradas em motivação para que não estacionemos nossa vida, antes que ela nos traga toda a felicidade a que temos direito.

Fonte do texto: postado por Marcel Camargo no site: https://osegredo.com.br/2016/05/ter-escolhido-errado-hoje-nao-te-impede-de-escolher-certo-amanha/