sábado, 15 de abril de 2017

QUERER AGRADAR A TODOS É UM DESGASTE DESNECESSÁRIO

 Quando procuramos agradar a todos acabamos deixando de agradar a nós mesmos. Quantas vezes dissemos sim aos outros dizendo NÃO a nós mesmos? Quantas vezes sacrificamos a nossa vontade, nossos desejos e nossos sentimentos para agradar alguém?

Provavelmente já fizemos isto muitas vezes ao longo das nossas vidas, pois a linha entre o “ceder” de forma saudável e “ceder” demais frente aos outros é muito tênue. Sem dúvida podemos afirmar que isto é tão perigoso quanto desnecessário.

Neste sentido, às vezes é difícil manter a linha quando precisamos dizer NÃO para alguma coisa que nos anularia. Pode até ser que a voz trema um pouco e que evitemos o contato visual. Contudo, aprender a proteger a nossa essência com assertividade é fundamental.
Não diga SIM quando você quer dizer NÃO

Uma das definições de “assertividade” mais próximas à linguagem coloquial que podemos encontrar vem do psicólogo Walter Riso, que propõe o seguinte:

“A assertividade é uma capacidade que a pessoa tem de dizer NÃO, expressar o seu desacordo, colocar uma posição contrária para se opor em situações conflitantes e fazê-lo não como faz o submisso, que é negociando com seus princípios, nem como o faz o agressivo, violando os princípios dos outros.

O assertivo é uma pessoa que é capaz de expressar seus sentimentos negativos, sem violar direitos alheios ou tentando não violá-los”.

Na manipulação à qual submetemos nossas vontades, nos tornamos incapazes de negar-nos a fazer uma determinada coisa apesar das consequências serem negativas para nós.

Fazer isto é tomar veneno, beber água da fonte da infelicidade eterna e nos transformarmos em pessoas insatisfeitas com uma grande revolta e uma enorme frustração por não fazermos valer nossas opiniões e crenças.
Não perca a sua essência quando alguém lhe fizer mal, só tenha precaução...

Um mestre do Oriente viu um escorpião se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. Por conta da reação à dor, o mestre o soltou e o animal caiu na água e ficou se afogando novamente. O mestre tentou tirá-lo outra vez e novamente o animal o picou. Alguém que estava olhando o mestre se aproximou e lhe disse:

– Desculpe, mas o senhor é teimoso! Não vê que cada vez que tentar tirá-lo da água ele irá lhe picar?

O mestre respondeu:

– A natureza do escorpião é picar, e isso não irá mudar a minha que é ajudar.

Portanto, com a ajuda de umas folhas, o mestre tirou o escorpião e o salvou.

“Não mude a sua essência quando alguém lhe fizer mal, só tenha precaução”.

O que os outros pensarem de você não o seu problema, é problema deles.

Não devemos deixar de ser quem somos só porque alguém nos faz mal ou nos prejudica em um certo momento. Temos que aprender a administrar a nossa vontade e reavaliar as circunstâncias com o fim de adequar nossas estratégias diante delas.

Do mesmo jeito, reavaliar nossos sentimentos para com os outros de forma intuitiva também não é a solução. Devemos nos esforçar por eles e trabalhar nossas expectativas de forma que possamos conservar nossos princípios sem nos sentirmos mal.

Portanto, como costumamos dizer, querer agradar a todos tem um grande custo emocional que é evitável, pois acaba com a autoestima, com o amor próprio e com a determinação. Por isso precisamos nos proteger e tomar as devidas precauções para revestir a nossa essência e não sofrer inutilmente. a chave está em dizer NÃO quando for necessário.


Fonte do texto: A mente é Maravilhosa - via: https://osegredo.com.br/2016/07/querer-agradar-todos-eh-um-desgaste-desnecessario/